ABRHidro 45+: Resiliência e Inovação Biênio 2022-2023

ABRHidro 45+: Resiliência e Inovação Biênio 2022-2023

ABRHidro 45+: Resiliência e inovação

Biênio 2022-2023

A ABRHidro, enquanto Associação Técnica e Científica, consolidou sua trajetória nos últimos 45 anos, com destaque para:

  1. Os Eventos Técnicos e Científicos, atuais, propositivos, críticos e desafiadores;
  2. Gestão compartilhada das revistas RBRH e REGA dentro dos conceitos de ciência aberta e com indexação na Base da Scielo;
  3. Gestão Administrativa profissional e voltada ao cumprimento das bases legais e contábeis;
  4. Participação ativa na criação e implementação de um Sistema Nacional de Recursos Hídricos que trata de forma especializada a gestão da oferta, da demanda e os conflitos pelo uso da água;
  5. Incentivo às instâncias de participação pública na gestão de águas, como espaço de aprofundamento da democracia;
  6. Desenvolvimento de estratégias para a gestão de conflitos pelo acesso à água entre usos múltiplos na construção de pactos;
  7. Defesa da descentralização da gestão entre os entes federados como mecanismo de viabilizar a construção de políticas das águas mais aderentes às realidades regionais, em um país continental;
  8. Cartas conceituais, baseadas na defesa da técnica, da ciência e da maturidade em gestão e governança para a preservação do acesso universal à ÁGUA, em acordo com o estabelecido na Política Nacional de Recursos Hídricos (PNRH).

 

Entende-se, dentro do que foi estabelecido como Missão e Princípios da ABRHidro em sua definição institucional, o desafio de continuidade, de forma simples, mas que represente avanços, para congregar todos os interessados na Ciência da Água e na Gestão de Recursos Hídricos a consolidar seus objetivos. Esta chapa tem o nome de ABRHidro 45+: resiliência e inovação.

Adicionalmente, com a natural reflexão de 25 anos de PNRH, entendemos a consolidação de uma ABRHidro, estratégica, inclusiva e reflexiva para:

  1. Liderar as organizações técnicas e científicas e da sociedade civil para contribuir na promoção da Agenda Nacional de Recursos Hídricos, proposta em 2021, alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas para o ano 2030;
  2. Ampliar a discussão para uma agenda de saneamento básico, com o objetivo de garantir a segurança hídrica da Sociedade, usuários, das atividades produtivas e para a proteção dos ecossistemas;
  3. Atuar de forma construtiva para a continuidade da Política Nacional de Recursos Hídricos e estabelecer ações de alinhamento junto aos ingressantes à Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) com os novos desafios e com a manutenção das conquistas e dos avanços na agenda de recursos hídricos e de governança das águas;
  4. Ampliar a rede de capacitação técnica e científica incluindo discussão para o fomento à ciência, pesquisa, inovação e formação de recursos humanos na área de recursos hídricos com as principais agências de fomento Nacionais e Estaduais;
  5. Instalar e fomentar a atuação das Regionais ABRHidro, estabelecendo ações para o fortalecimento do quadro de associados de maneira aos Associados conhecerem a Associação e a Associação conhecer seus Associados;
  6. Apoiar as atividades de Comissões Técnicas garantindo autonomia e incentivando as conexões voltadas à capacitação interna, mobilidade acadêmica e interação      com os técnicos e profissionais de atividades públicas e privadas;
  7. Ampliar a participação, integração, interação e inclusão entre os Associados;
  8. Ampliar a infraestrutura de comunicação e marketing de forma virtual, ágil e informativa;
  9. Prezar pela realização bienal e pela excelência do Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos, maior evento técnico e científico em nível nacional na área de recursos hídricos;
  10. Garantir a sustentabilidade da gestão administrativa de forma eficiente e profissional.

 

Assinam esta carta os Associados Regulares a seguir, que compõem a chapa para o biênio 2022-2023

  1. Cristovão Vicente Scapulatempo Fernandes, UFPR
  2. Suzana Maria Gico Lima Montenegro, UFPE
  3. Alexandre Kepler Soares, UnB
  4. Andrea Sousa Fontes, UFRB
  5. Diogo Buarque, UFES
  6. Talita Fernanda das Graças Silva, UFMG