ABRHidro defende ciência da água no Dia Mundial do Meio Ambiente

ABRHidro defende ciência da água no Dia Mundial do Meio Ambiente

Neste dia 05 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, a ABRHidro destaca a ciência como a melhor guia para as ações de preservação, conservação e recuperação das águas e do planejamento e gestão dos recursos hídricos. “As pesquisas e os estudos científicos mostram com clareza os desequilíbrios atuais e identificam os desafios a serem vencidos. Também são capazes de apontar caminhos que levem ao uso múltiplo das águas com soluções embasadas na natureza e no atendimento aos objetivos do desenvolvimento sustentável,” destaca a presidente da Associação, Synara Olendzki Broch.

A comunidade brasileira da água – formada por profissionais, técnicos, gestores, especialistas, pesquisadores, estudantes e professores do setor – acumula experiências que permitem o convívio adequado dos diversos núcleos interessados na gestão integrada de recursos hídricos. “Nossas águas são fonte de vida, de saúde e da produção de alimentos, energia e desenvolvimento nacional. Temos enfrentado graves estiagens, situações que comprometem a qualidade das águas e conflitos pelo seu uso. Por isso, precisamos estar cada vez mais alinhados e preparados para preservar e utilizar de forma compartilhada e racional esse recurso vital,” afirma a presidente.

Dia Mundial

O Dia Mundial do Meio Ambiente foi criado em 1972, pela Assembleia Geral das Nações Unidas, em Estocolmo (Suécia). “Hora da Natureza” é o lema de 2020 do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente. Na visão da organização, a crise deflagrada pelo coronavírus mostra a interdependência entre a saúde humana e a saúde do planeta. Portanto, é hora de buscarmos entendimentos para garantir acesso à água e ao saneamento básico para a construção de um mundo melhor pós-pandemia.