ANA realiza planejamento da Rede Hidrometeorológica Nacional para 2023

ANA realiza planejamento da Rede Hidrometeorológica Nacional para 2023

Entre 7 e 10 de novembro, a equipe da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) e do Serviço Geológico do Brasil (SGB/CPRM) se reúnem na sede da ANA, em Brasília, para fazer um balanço das operações da Rede Hidrometeorológica Nacional (RHN) em 2022 e planejar as ações para 2023.

Participaram da abertura da reunião, pela ANA, a diretora Ana Carolina Argolo e o superintendente de Gestão da Rede Hidrometeorológica, Marcelo Medeiros. Também participou o chefe do Departamento de Hidrologia do SGB/CPRM, Frederico Peixinho.

Na cerimônia, a diretora Ana Carolina destacou a parceria entre as instituições. “O trabalho em conjunto tem sido de sucesso ao longo dos anos, gerando informação e o aperfeiçoamento da gestão de recursos hídricos”, afirmou.

Na oportunidade o superintendente Marcelo entregou ao representante do SGB/CPRM e aos demais presentes no evento uma medalha comemorativa aos 100 anos da Rede Hidrometeorológica Nacional como serviço público federal. O centenário da RHN foi celebrado em 2020. No entanto, em virtude da pandemia da COVID-19, não houve um evento presencial para a entrega da medalha.

A Rede Hidrometeorológica Nacional

O monitoramento das águas no Brasil é realizado por meio da Rede Hidrometeorológica Nacional. Coordenada pela ANA, a Rede é composta por milhares de estações hidrológicas operadas por diversas entidades públicas e privadas, entre as quais o SGB/CPRM, sob a supervisão direta da Agência. Os dados coletados servem a toda atividade econômica desenvolvida no País, garantem a segurança hídrica e apoiam a prevenção de desastres naturais.