Academia e oportunidades

O Congresso sobre Planeamento e Gestão das Zonas Costeiras dos Países de Expressão Portuguesa já é uma tradição. As nove edições anteriores do Congresso, iniciadas em 2001, possibilitaram uma enriquecedora partilha de experiências que, certamente, vai prosseguir e consolidar-se na sua décima edição. Existem diferentes realidades entre os países, regiões, locais e comunidades. As diferenças são de natureza geográfica, cultural, socioeconómica, institucional e ambiental. Participam desse congresso países com uma dimensão quase continental, como é o caso do Brasil, e pequenos países, com características insulares, como é o caso de Cabo Verde e S. Tomé e Príncipe. Porém, reconhece-se a existência de problemas comuns em suas zonas costeiras associados à existência de vastas áreas marítimas, às ocupações e atividades urbanas e turísticas, à exploração de recursos vivos e não vivos, às pressões sobre os ecossistemas, ao desenvolvimento científico e tecnológico, ao controle de riscos, à necessidade de uma gestão integrada e de programas de ação. Mantendo a tradicional rotatividade da organização deste evento, a próxima edição ocorrerá em forma remota (100% on-line) pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Brasil). Nesta edição será dado maior destaque ao tema da investigação científica como contribuição para a gestão das zonas costeiras, sem, no entanto, deixar de abordar outras temáticas; aproveitando vontades comuns de partilha de conhecimento e de soluções sustentadas para estes territórios.  

Inscrições a partir de 17 de maio

Submissão de resumos de 17 de maio até 31 de julho de 2021

Seleção dos resumos e comunicação aos autores até 17 de setembro de 2021

Devolução das versões revistas dos resumos até 01 de outubro de 2021

Submissão de artigos para a Revista de Gestão Costeira Integrada até 31 de janeiro de 2022

 

A crescente conscientização das populações para os problemas de erosão costeira, pressiona os órgãos de planeamento e gestão para a necessidade de tomada de decisões. A comunidade científica deve mobilizar-se no sentido de apoiar e sustentar tecnicamente estas decisões. O congresso pretende promover a partilha do conhecimento atual entre os investigadores e gestores das zonas costeiras dos diversos países de expressão portuguesa. Assim, o tema principal será: “Desenvolvimento sustentável e a gestão integrada das zonas costeiras e marinhas” e serão abordados temas importantes para o planejamento sustentável das zonas costeiras dos países de expressão portuguesa, destacando-se, em particular:

  1. Gestão da zona costeira: Pressões, usos, vulnerabilidade, saúde e risco
  2. Intervenções costeiras: Avaliação de custo-benefício, soluções baseadas na natureza e adaptação às alterações climáticas
  3. Processos litorâneos em praias e outros ambientes costeiros: mudanças morfológicas de curto, médio e longo prazo;
  4. Monitoramento e modelagem nas zonas costeiras
  5. Gestão integrada da atividade portuária e zonas costeiras adjacentes
  6. Processos físicos e ambientais em zonas costeiras adjacentes (estuários, baías, lagoas/lagunas e manguezais)

Os trabalhos serão apresentados em sessões técnicas e estão também previstas mesas redondas e minicursos; que serão anunciados no próximo boletim.

  Link para mais informações https://xcongressopgzcost.4.events/