Desastres

Dentre os diversos tipos de desastres naturais, os mais recorrentes são os hidrológicos, tais como inundações e movimentos de massa úmida.

O número de ocorrências de desastres naturais no mundo tem aumentado nos últimos anos, superando os registros do século passado, de acordo com o Banco de Dados do Centro para Pesquisa em Epidemiologia de Desastres (CRED) do País. Dentre os diversos tipos de desastres naturais, os mais recorrentes são os hidrológicos, tais como inundações e movimentos de massa úmida, seguido pelos meteorológicos, como os vendavais e as tempestades tropicais. No Brasil, os desastres hidrológicos, meteorológicos e climatológicos são os que mais afetam as pessoas, segundo dados do Atlas e dos Anuários Brasileiro de Desastres Naturais.

 

A Comissão Técnica de Desastres da Associação Brasileira de Recursos Hídricos foi criada durante o SBRH de 2017 para atuar neste campo com as seguintes atividades: demonstrar a importância do tema Recursos Hídricos dentro da gestão de risco de desastres; incentivar o desenvolvimento de trabalhos e projetos na área; desenvolver material didático (livros, palestras, cursos) e promover em anos intercalados com o SBRH o Encontro Nacional de Gestão de Risco de Desastres da ABRHidro.

Coordenação

Andrea Germano

Coordenadora

Masato Kobiyama

Sub-Coordenador

Nascido em Kitakata, Estado de Fukushima, Japão em 1962. Imigrou ao Brasil em 1991. Graduado em Ciências Especiais – Kyoto Educational University, tem especialização em Controle de Erosão – Kyoto University, é mestre em Ciência Florestal – Tokyo University of Agriculture and Technology e doutor em Engenharia Florestal pela Universidade Federal do Paraná. Trabalhou em Gana no período de 1985 – 1987 como voluntário no serviço de JOCV/JICA. Como docente, trabalhou na Universidade Federal do Paraná (UFPR) e na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atualmente é professor titular do Instituto de Pesquisas Hidráulicas (IPH) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e coordenador do Grupo de Pesquisa em Desastres Naturais (GPDEN) na instituição. Seu interesse profissional é por desastres naturais, balanço hídrico, zona ripária, monitoramento, e bacias-escola.

 

Email: masato.kobiyama@ufrgs.br

Gean Paulo Michel

Sub-Coordenador

Graduado em Engenharia Sanitária e Ambiental pela Universidade Federal de Santa Catarina, é mestre em Engenharia Ambiental pela UFSC. Doutor em Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, tem experiência na área de hidrossedimentologia, hidrologia, hidrogeomorfologia e desastres naturais. Desenvolve pesquisa na área de modelagem de profundidade do solo, escorregamentos, fluxos de detritos, conectividade hidrossedimentológica e produção de sedimentos. Atualmente é professor adjunto da área de Hidrossedimentologia no Departamento de Obras Hidráulicas (DOH) do Instituto de Pesquisas Hidráulicas (IPH) da UFRGS. Além disso, é professor do Programa de Pós-Graduação em Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental (PPGRHSA) da UFRGS.

 

Email: gean.michel@iph.ufrgs.br

Apoiadores

Diogo Costa Buarque UFES
Fernando Mainardi Fan UFRGS
Eduardo Mario Mendiondo USP
Julian Eleuterio UFMG
Pedro Luiz Borges Chaffe UFSC
Rodrigo Cauduro Dias de Paiva UFRGS
Walter Collischonn UFRGS

Eventos

II Encontro Nacional de Desastres (END)
De 15 a 18 de Dezembro de 2020 –  Evento Online
https://www.abrh.org.br/iiend/

I Encontro Nacional de Desastres (END)
De 25 a 27 de Julho de 2018 – Porto Alegre, no Instituto de Pesquisas Hidráulicas (IPH) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
https://www.abrh.org.br/iend/