CONVIDADOS DO ÁGUA EM PAUTA NOS MOSTRAM AS RAZÕES QUE MG SERÁ A CAPITAL NACIONAL DA ÁGUA EM 2021

CONVIDADOS DO ÁGUA EM PAUTA NOS MOSTRAM AS RAZÕES QUE MG SERÁ A CAPITAL NACIONAL DA ÁGUA EM 2021

Com o tema Água em Pauta  Múltiplas Dimensões: O que torna MG a Capital Nacional das Águas em 2021?, realizamos no dia 19 de abril a décima edição de nossa série de lives e webinars.

A construção de um grande evento como o Simpósio da ABRhidro exige muita articulação institucional, técnica e acadêmica, nem sempre esse trabalho é visto e notado pelos participantes.

A começar pela construção do temário, que nos remete à chamada de trabalhos, o desafio é compilar diversos assuntos em temas que os autores consigam enviar suas contribuições dentro de cada eixo.

Idem para a montagem da programação, que exige a definição dos assuntos assim também como dos convidados para que tenhamos uma visão completa, com múltiplos olhares.

Em sua apresentação o Professor Nilo Nascimento nos contou como tudo isso vem sendo desenvolvido no ambiente da Comissão Técnico-Científica.

Já na apresentação do Diretor-Presidente do IGAM, Marcelo Fonseca, pudemos entender melhor os aspectos políticos-institucionais que envolvem a realização do Simpósio.

Marcelo nos fez uma brilhante apresentação mostrando o sistema de gestão de recursos hídricos no Estado de Minas Gerais.

Ele nos relembrou que o sistema mineiro é anterior à Política Nacional de Recursos Hídricos, a Lei 9433/1997.

Diante do desafio da extensão territorial, o Estado de Minas Gerais tem 36 Comitês de Bacias Hidrográficas. Estão próximos de concluir todos os Planos de Bacia e criaram o índice de avaliação de efetividade do planejamento, que permitirá checar como está a implementação dos Planos.

Porém integrar a gestão em 36 CBHs tornou-se desafiador, com isso, diante das semelhanças criaram 7 novas unidades de gestão.

Por ordem do Governo do Estado, a cobrança pelo uso da água deverá ser implementada em todo Estado nos próximos 2 anos, atualmente 12 Comitês já implementaram a cobrança.

Finalizou reafirmando a importância de receberem o XXIV SBRH em Minas Gerais para que outras experiências sejam ouvidas, aprendidas e implementadas.

O Professor Rodrigo Cauduro Dias de Paiva foi o Debatedor desse Água em Pauta e nos contou de sua experiência enquanto Presidente da Comissão Técnico-Científica do último Simpósio, realizado no ano de 2019 em Foz do Iguaçu. Parabenizou a Comissão Organizadora e a Comissão Técnico-Científica pelo empenho e pelas ações até o momento e afirmou estar certo do enorme sucesso do Simpósio em MG.

O Água em Pauta foi moderado pela Presidente da ABRhidro, Professora Synara Olendzki Broch.


Publicado em